Normas para os autores

 

Liberabit, Revista Peruana de Psicologia, publica trabalhos referentes às diferentes áreas da Psicologia sendo direcionados a profissionais, acadêmicos e estudantes de ciências do comportamento e saúde. Sua finalidade é contribuir para a divulgação da produção científica de pesquisadores em Psicologia, dando visibilidade aos seus estudos, e assim tornar-se uma importante fonte de consulta e referência na área. Os artigos são aceitos em inglês e espanhol.

1. Tipo de artigos

Os manuscritos submetidos para publicação devem ser artigos originais que incluam:

. Artigos originais: apresentam informações de uma investigação culminante, como estudos empíricos, instrumentais e metaanalíticos. Estudos que relatam análises secundárias de dados também são considerados, desde que reflitam resultados não incluídos ou outras publicações. O desenvolvimento do manuscrito deve ter: introdução, método, resultados, discussão e referências (incluir anexos, se aplicável) na ordem indicada. O comprimento máximo é de 8000 palavras.
. Artigos originais breves: inclui o relatório de resultados preliminares de investigações em processo tratado em profundidade. O comprimento máximo é de 2500 palavras.
• Artigos metodológicos: fornecem novas contribuições sobre aproximações, atualizações ou modificações de métodos e técnicas existentes, sejam elas quantitativas, qualitativas ou mistas e de programas estatísticos. A estrutura genérica deste tipo de artigo deve conter a declaração do problema, a descrição do procedimento, um ou mais exemplos desenvolvidos e comentários finais. O comprimento máximo é de 8000 palavras.
• Artigos teóricos: apresentam uma nova teoria, analisam uma existente ou contrastam as limitações ou vantagens de uma teoria em relação a outra. Sua estrutura pode ser flexível de acordo com o autor, sugere-se que possui uma introdução (começa com a declaração do problema e aspectos relevantes que considere o autor), desenvolvimento do tema (são considerados parágrafos que podem permitir melhor visualização temática), discussão (contraste das idéias discutidas), conclusões e referências. O comprimento máximo é de 10.000 palavras.
• Carta ao editor: eles contribuem para a discussão científica de um tópico específico. Ele contém uma análise crítica de um artigo publicado na revista que não tem mais de dois assuntos ou um tópico de relevância que contribui substancialmente para o conteúdo da revista. Terá um comprimento máximo de 1000 palavras e 10 referências.

2. Formato dos manuscritos

Os manuscritos devem ser enviados para a plataforma OJS, anexando os arquivos correspondentes no formato Word doc. o docx, seguindo estritamente as diretrizes de publicação da American Psychological Association (6ª edição em inglês ou 3ª edição em espanhol).

O comprimento do arquivo não deve exceder o número de palavras indicadas para cada tipo de artigo, excluindo: título, autor (es), afiliação, resumo, palavras-chave, referências e anexos. O que representaria entre 20 a 25 páginas, em folha A4, tipo de fonte Times New Roman em tamanho 12, espaçamento entre linhas 1,5, alinhado à esquerda e margens de 2,5 cm.

O título do manuscrito (inglês e espanhol), os autores, a afiliação e os dados do autor da correspondência devem ser incluídos na primeira página. Os autores devem indicar o nome, afiliação e e-mail como desejam aparecer no artigo. Na segunda página, o resumo em espanhol e inglês (entre 150 e 200 palavras) e as palavras-chave (espanhol e inglês) entre 4 e 6.

Nas páginas seguintes, o texto completo apropriado ao tipo de manuscrito escolhido está incluído. Inclui a introdução, método, resultados, discussão e referências (dependendo do tipo de manuscrito escolhido).

As figuras e tabelas devem ser incluídas no final do manuscrito, uma por página e devem indicar a ordem correlativa e sua localização no manuscrito. O conteúdo do manuscrito terá um máximo de cinco tabelas e / ou cinco figuras. As figuras podem ser coloridas ou cinza, devem ter formato jpg de 300 dpi de resolução.

Se o material de trabalho estiver sujeito a direitos autorais ou direitos autorais, é de responsabilidade dos autores declará-lo no manuscrito.

3. Regras para escrever artigos.

Os manuscritos submetidos à Liberabit, Revista Peruana de Psicologia, devem ter a seguinte estrutura:

a) Parte inicial do manuscrito (primeira folha):

i. Título:

• Título do manuscrito em espanhol e inglês.
• Em formato de oração, em acréscimos e exclusões.
• Entre 15 a 25 palavras.

Exemplo:

  Propiedades psicométricas del Cuestionario para la Evaluación del Síndrome de Quemarse por el Trabajo (CESQT) en profesionales de la salud italianos: una perspectiva de género
  Psychometric properties of the Spanish Burnout Inventory (SBI) in a sample of Italian health professionals: A gender perspective

ii. Autores:

• O nome deve primeiro ser seguido pelos sobrenomes.
Exemplos:

  a) Juan Pablo Barreyro b) Irene Injoque-Ricle

• Se houver mais de um autor, eles devem ser separados por vírgulas.
Exemplos:

a) Pedro R. Gil-Monte, Sara Viotti, Daniela Converso
  b) Adriana V. L. Esposito, Celina Gabriela Korzeniowski, Marina Santini Bertoldi

• Coloque um asterisco (*) no autor correspondente.

Exemplo:

  Karina Condea, * * kconde@mdp.edu.ar

iii. Afiliação institucional

• A primeira página inclui a universidade e / ou instituição, seguida pelo país dos autores. Quando são duas instituições, elas são separadas por ponto e vírgula (;).

Exemplos:

 a) Universitat de València, España
 b) Universidad de Turín, Italia
 c) Instituto de Investigaciones, Facultad de Psicología, Universidad de Buenos Aires; CONICET, Argentina
d)Departamento de Processos Básicos, Instituto de Pesquisas da Faculdade de Psicologia da Universidade de Buenos Aires; CONICET, Argentina

A afiliação institucional e o correio de cada autor devem ser incluídos na parte final do manuscrito, após as referências, na ordem que aparece na primeira página.

iv. Resumen y abstract

O resumo deve indicar o objetivo do estudo, a amostra, as características da amostra, o desenho, as estatísticas utilizadas, o tratamento ou as intervenções, os resultados e as conclusões, todos escritos em um parágrafo em espanhol e o outro em inglês.

• O texto deve ter entre 150 e 200 palavras.

v. Palavras-chave keywords

• Entre 4 a 6 palavras por artigo em
Espanhol e inglês.

• Começa com uma letra minúscula, separada por vírgulas e termina em um período.

Exemplo:

Palavras-chave: síndrome de burn-by-work, CESQT, gênero, análise fatorial confirmatória, invariância fatorial, profissionais de saúde.
Keywords: burnout syndrome, Spanish Burnout Inventory, SBI, gender, confirmatory factor analysis, factor invariance, health professionals.

b) Conteúdo do manuscrito

i. Estrutura do artigo

• Os artigos devem ter a seguinte estrutura:
a) Introdução

b) Método (ver item ii)
c) Resultados
d) Discussão
e) Conflito de interesses
f) Responsabilidade ética
g) Referências
h) Dados do (s) autor (es) e autor
correspondente
i) Anexos (opcional)

ii. Método

• Deve incluir quatro seções:

a) Participantes:

Detalhe a amostra, número de participantes, características sociodemográficas da amostra, sua obtenção e o grau de representatividade.

b) Instrumentos:

Devem escrever o nome do instrumento seguido da citação do (s) autor (es) que criou e / ou adaptou o teste, teste, etc. Na descrição do instrumento, as características, consistência interna e resultados do estudo devem ser explicados.

Exemplo:

Cuestionario de datos demográficos. Se diseñó un cuestionario para recopilar los datos demográficos de los pacientes a través del cual se indagaron: sexo, edad, estado civil, nivel de educación, ingresos familiares y lugar de residencia.
Escala de Locus de Control de la Salud en Dios (GLHC; Wallston et al., 1999). La escala GLHC está constituida por seis afirmaciones con opciones de respuesta en escala de tipo Likert de seis puntos que van desde totalmente en desacuerdo con valor de un 1, hasta totalmente de acuerdo con valor de 6, por lo que la puntuación total de la escala oscila de seis a 36 puntos posibles. La consistencia interna de la escala fue estimada a través del coeficiente de alpha en una muestra de pacientes con artritis reumatoide y otra más de pacientes con esclerosis sistémica, habiéndose obtenido coeficientes aceptables de .87 y de .94, respectivamente.

iii. Tabelas e Figuras

• Tabelas

a) A tabela de palavras e o número devem estar em negrito e sem um ponto.
b) O título da tabela deve ir na seguinte linha, em negrito e itálico, com a primeira letra em maiúscula e sem ponto final.
c) No final da tabela, você deve trazer uma nota.
• Notas em tabelas
A palavra notas está em itálico seguido de dois pontos, o resto do texto sem itálico com um período no final. Os padrões da APA explicam três formas de nota.
Exemplo:

Escrever tabelas no texto

A tabela de palavras e o número no texto são colocados em um formato de frase e não em negrito. A primeira letra é capitalizada.
Exemplos:
«A Tabela 2 apresenta a estatística descritiva para as escalas e para os itens do CESQT …»

«O modelo obteve um bom ajuste aos dados nos dois subgrupos da variável gênero (ver Tabela 2). No dos homens …

• Figuras

A figura da palavra e seu número estão em negrito e itálico com um ponto seguido. O texto informativo da figura está na forma de uma frase sem itálico. Podem ser em cores ou cinzas, devem ter formato jpg de 300 dpi de resolução.
Exemplo:

. Escrevendo figuras no texto

No documento, a palavra figura fica sem negrito, seguida do número e da primeira letra em letras maiúsculas.

Exemplo:

«Desta forma, configura-se um modelo bidimensional que relaciona os recursos que a empresa oferece ao empregado para moderar as demandas da empresa, planejamento e execução. A interação entre essas duas dimensões permite prever o risco de doenças relacionadas ao estresse e o comportamento ativo ou passivo do indivíduo através de quatro tipos de situações psicossociais (Figura 1).

iv. Citas

• Tipos de citas

a) Se for uma citação textual de menos de 40 palavras, deve ter o número da página ou parágrafo e ser escrita entre aspas

Exemplo:

 No estudo de Argüelles-Nava, Dominguez- Lara, Lagunes Morales-Romero e Córdoba (2017) explicam a influência do tratamento de diabetes tipo 2 em pacientes ", envolve mudanças significativas no estilo de vida dos doentes, os mesmos que serão realizados ou não, dependendo de uma grande diversidade de fatores dentro dos quais as cognições desempenhem um papel relevante ”(p. 260).

b) A citação textual de mais de 40 palavras, deve ser escrita em outro parágrafo, recuada, sem aspas e deve ter uma página ou número de parágrafo.

Exemplo:

Em estudos recentes eles utilizaram o Inventário de Expectativas de Autoeficácia Acadêmica (Hernández, 2018) e os resultados desta investigação foram: 

A análise dimensional mostra que dimensão de saída, a média aritmética é 1,93 pontos, o que equivale a fazer percentual 64,33%, o que significa que os estudantes têm um nível médio de confiança para realizar com sucesso as atividades acadêmicas voltadas à produção de informações ou evidências. (Hernández, 2018, p. 49)

c) En la cita de citas, o texto é adicionado: “como citado em” entre parênteses.

Exemplo:

 Quanto ao escopo da mudança conceitual propriamente dita, reserva a terminologia para o processos de acomodação ou forte reestruturação (Carey, como citado em Oliva, 1999).

d) Análise ou paráfrase ou citação contextual

Exemplo:

Neste grupo de pacientes, vários estudos têm mostrado consistentemente alterações tanto na capacidade de entender como produzir prosódia emocional e linguística (Cohen, Riccio, & Flannery, 1994; Guranski & Podemski, 2015; Harciarek, Heilman, & Jodzio, 2006; Heilman, Leon, & Rosenbek, 2004; Ross & Monnot, 2008; Zaidel, Kasher, Soroker, & Batori, 2002). (...) É por isso que Snow (2000) afirmou que as evidências provenientes de pacientes com lesões em HD geralmente não são conclusivas quanto à distinção entre prosódia emocional e linguística

e) Para outros tipos de compromissos, revise os padrões da APA.

• Nomeações de acordo o número de autores

a) As citações no texto e entre parênteses contêm apenas um sobrenome de cada autor e o ano de publicação.

Exemplo:

 ... aproxima Rotter (1954) sobre o centro de controle interno (LC-I), que se refere ao indivíduo é acreditado directamente envolvidas na produção de determinados resultados e, por conseguinte, cai reforço em si.

b) Os autores estão ligados por dois tipos de conectores (& – y) dependendo do tipo de escrita. Existem duas maneiras:

– Autores fora dos parênteses:

Exemplo:

 Guranski y Podemski (2015), argumentam que prosódia emocional ...

- Autores entre parênteses:

Exemplo:

 .... tanto na capacidade de compreender e produzir prosódia emocional e
 lingüística (Guranski & Podemski, 2015)

b) Nomeação com dois autores, as citações no texto e entre parênteses com dois autores não possuem vírgula antes do sinal de “e” comercial (&).

Exemplos:

Uma análise fatorial de múltiplos grupos foi realizada com o programa EQS 6.2 (Bentler & Wu, 2012).
O BFI tem vantagens como a sua relativa brevidade (44 itens), com relação a outros instrumentos como o NEO-PIR e o NEO-FFI (Costa & McCrae, 1999)

d) Mais de dois autores possuem vírgula.
Exemplo:

Apesar do exposto, a influência da religiosidade na saúde tem sido pouco estudada na população mexicana (Rivera-Ledesma, López-Lena, & Jiménez-Zavala, 2014)

e) Quando houver mais de 3, 4 ou 5 autores, mencione-os pela primeira vez, o próximo só é colocado ao primeiro autor seguido de et al.
Exemplo:

Calderon-De la Cruz, Domínguez Rodríguez-Lara e Arroyo- (2018) explicam "A auto-eficácia, construir desenvolvido no âmbito da Teoria Social Cognitiva" (par. 1).
Calderón-De la Cruz et al. (2018) explicam que as fontes são: a) a experiência de sucesso e mestria, b) experiência vicária, observando êxitos e fracassos dos outros, c) persuasão verbal e, d) estados fisiológicos ou excitação emocional (par. 1).

f) Mais de seis autores, apenas o primeiro autor e depois et al.
Exemplos:

Por outro lado, prosódia lingüística é usado para segmento falado por conhecer a pontuação equivalente para textos escritos papel fenômenos e inclui três frases: (Joanette et al., 2008) estresse lexical, acento enfático e modalidade
Os critérios de inclusão / exclusão para os participantes dos grupos controle utilizados no estudo de Ferreres et al. (2007)

g) Quando houver várias citações entre parênteses, os autores devem ser ordenados alfabeticamente e separados por ponto e vírgula.

Exemplo:

... comportamentos de saúde em diversas populações e condições (Moore, 2014, Pomeranz et al., no prelo, Tsimtsiou, Kirana, & Hatzichristou, 2014) e ...

h) Autores com sobrenomes unidos por um script, devem ser mantidos.
Exemplo:

«Explicado por Dominguez-Lara (2018) em sua pesquisa ...»
«Em outros estudos peruanos, Fernández-Arata (2018) explica o uso ...»

i) Não incluir artigos em revisão ou inéditos em citações e referências.

j) Outros tipos de compromissos, rever os padrões da APA.

V Referências

Eles estão incluídos na terceira à última página, antes da informação dos autores.

As referências devem ser organizadas em ordem alfabética.

Existem quatro tipos de ordem interna de referências: 1) alfabética, 2) cronológica, 3) alfabética por título e 4) autor e co-autores.

1) Alfabética. Eles são colocados em ordem alfabética pelo sobrenome do primeiro autor, seguido pelas iniciais do nome do autor.
Exemplos:

Instituto Nacional de Estadística y Geografía. (2011). Panorama de las religiones en México 2010. México: Instituto Nacional de Estadística y Geografía, Secretaría de Gobernación. Recuperado de http://internet.contenidos.inegi.org.mx/contenidos/Productos/prod_serv/contenidos/espanol/bvinegi/productos/censos/ poblacion/2010/panora_religion/ religiones_ 2010.pdf
 Jiménez-Corona, A., & Aguilar-Salinas, C. A. (2013). Diabetes mellitus tipo 2 y frecuencia de acciones para su prevención y control. Salud Pública de México, 55(1), 137-143.
 Kremer, H., Ironson, G., & Porr, M. (2009). Spiritual and mind–body beliefs as barriers and motivators to HIVtreatment decision-making and medication adherence? A qualitative study. AIDS Patient Care and STDs, 23(2), 127–134. doi: 10.1089/ apc.2008.0131
 McDonald, R. P. (1999). Test theory: A unified treatment. Mahwah, Estados Unidos: L. Erlbaum Associates.

2) cronológico. A ordem cronológica é usada quando você tem o mesmo autor com diferentes anos de publicação. Eles são ordenados pelo ano de publicação, colocando o mais antigo primeiro.
Exemplos:

Gil-Monte, P. R. (2005). El síndrome de quemarse por el trabajo (burnout). Una enfermedad laboral en la sociedad del bienestar. Madrid: Pirámide.
 Gil-Monte, P. R. (2011). CESQT. Cuestionario para la Evaluación del Síndrome de Quemarse por el Trabajo. Manual. Madrid: TEA Ediciones.
 Gil-Monte, P. R. (2012). Influence of guilt on the relationship between burnout and depression. European Psychologist, 17, 231-236. doi: 10.1027/ 1016-9040/a000096

3) Alfabética por título. Quando há dois ou mais trabalhos do mesmo autor publicados no mesmo ano, as letras: a, b, c … são usadas para diferenciar as referências. Após o ano, deve ser ordenado alfabeticamente de acordo com o título da publicação.
Exemplos:

Dominguez-Lara, S. (2016a). Datos normativos de la Escala de Procrastinación Académica en estudiantes de psicología de Lima. Evaluar, 16, 20- 30. doi: 10.223/S1137-6627/2016000100024
 Dominguez-Lara, S. (2016b). Intervalos de confianza en el reporte de la fiabilidad: un análisis necesario. Anales del Sistema Sanitario de Navarra, 39(1), 169-170. doi: 10.4321/S1137-6627/2016000100024

4) Autor e co-autores. As entradas de um único autor precedem as de coautores (independentemente da data de publicação). As referências com o segundo ou terceiro co-autor são classificadas alfabeticamente pelo sobrenome.

Exemplos:

 Gil-Monte, P. R., Figueiredo-Ferraz, H., & Valdez Bonilla, H. (2013). Factor analysis of the Spanish Burnout Inventory among Mexican prison employees. Canadian Journal of Behavioural Science, 45(2), 96- 104. doi: 10.1037/a0027883
 Gil-Monte, P. R., & Manzano-García, G. (2015). Psychometric properties of the Spanish Burnout Inventory among staff nurses. Journal of Psychiatric and Mental Health Nursing, 22, 756- 763. doi: 10.1111/jpm.12255
 Gil-Monte, P. R., & Olivares-Faúndez, V. (2011). Psychometric properties of the «Spanish Burnout Inventory» in Chilean professionals working to physical disabled people. The Spanish Journal of Psychology, 14, 441-451. doi: 10.5209/ rev_SJOP.2011.v14.n1.40
 Gil-Monte, P. R., & Zúñiga-Caballero, L. C. (2010). Validez factorial del «Cuestionario para la Evaluación del Síndrome de Quemarse por el Trabajo» (CESQT) en una muestra de médicos mexicanos. Universitas Psychologica, 9, 169-178.

As referências levam apenas um sobrenome e a inicial do (s) nome (s) de cada autor.
Referências com dois autores têm uma vírgula antes do sinal de e comercial (&).

Exemplos:

 Dorn, L., & Machin, M. (2004). Learner driving experience questionnaire. Cranfield University, UK and University of Southern Queensland, Australia.

De três a sete autores, use o símbolo “&” para unir os dois últimos autores.
Exemplo:

Falco, A., Piccirelli, A., Girardi, D., Dal Corso, L., & De Carlo, N. (2013). Risky riding behavior on two wheels: The role of cognitive, social, and personality variables among young adolescents. Journal of Safety Research, 46, 47-57. doi: 10.1016/j.jsr.2013.03.002

De oito ou mais autores, os seis primeiros autores são escritos, depois são adicionados pontos de suspensão «…» e o último autor.
Exemplo:

Ferreira, D., Silva, A., Pereira, J., Silva, F., Wagner, A., Winckler, C.,... Mello, S. de (2015). Sleep quality and psychobiological aspects of Brazilian Paralympic athletes in the London 2012 pre- Paralympics period. Motriz: Revista de Educação Física, 21(2), 168-176. doi: 10.1590/ S1980-65742015000 200007

Autores com sobrenomes unidos por um hífen devem ser mantidos.
Exemplo:

Dominguez-Lara, S. (2018) ...
 Fernández-Arata, M. (2018) ...

As referências que não têm sentido no final.

Exemplos:

 Maldonado, A., Vizeu, B., Giacomozzi, A., & Berri, B. (2017).Representações sociais do cuidado ao idoso e mapas de rede social. Liberabit, 23(1), 9-22. doi: 10.24265/ liberabit.2017.v23n1.01
 Conde, K., Peltzer, R., Lichtenberger, A., Tosi, L., & Cremonte, M. (2017). Razones para cambiar el consumo de alcohol en universitarios. Liberabit, 23(2), 247-258. doi: https://doi.org/10.24265/ liberabit.2017.v23n2.06

Referências de páginas da Web devem acompanhar a frase “recuperada de http: // …

Exemplos:

Hernández-Ávila, M., Gutiérrez, J. P., & Reynoso- Noverón, N. (2013). Diabetes mellitus en México. El estado de la epidemia. Salud Pública de México, 55(1), 129-136. Recuperado de http:// www.scielo.org.mx/pdf/spm/v55s2/v55s2a10.pdf
Corengia, A., Pita, M., Mesurado, B., & Centeno, A. (2013). La prediccioìn de rendimiento acadeìmico y desercioìn en estudiantes universitarios. Liberabit, 19(1), 101-112. Recuperado de http:// revistaliberabit.com/por/revistas/liberabit19_1/ 9_corengia.pdf

Manuscritos em revisão e não publicados não são aceitos.

Todas as referências devem ser citadas no manuscrito.

Veja mais modelos de referência dos padrões APA.

vi. Outros

• Decimais na escrita

Os números decimais são separados por um período no texto e nas tabelas.
• Percentagens na redação

a) No texto, as percentagens com decimais são separadas por um período (18,5%).

b) Entre o número e o sinal de porcentagem não vai espaço (18%).

• Sobrescritos, subscritos e letras gregas

Superscripts, subscritos e letras gregas não estão em itálico no texto e nas tabelas. Nos símbolos paramétricos e estatísticos, usaremos letras gregas minúsculas para as primeiras (μ, σ) e letras latinas em itálico para as segundas (M, SD). (APA, 2010, pp. 121-125)

• Abreviaturas no texto

Os padrões da APA, explicam o uso de diferentes abreviaturas na redação do documento derivado do latim. (APA, 2010, pp. 106-112)

• abreviação do número

A abreviação do número vai sem espaço e maiúscula: N °
• milhares e milhões

No texto para separar os milhares e milhões são espaços utilizados entre os números não vai vírgula. Apenas o espaço é usado para separar os milhares quando eles têm mais de quatro dígitos (ex: 19 690). Quando é quatro figuras não é separado (ex: 1969).

• O zero antes do decimal

Se o decimal for precedido por um zero antes do ponto não ser colocado. É aplicado no texto, nas tabelas e figuras.

Exemplo:

0,79 (incorreto) 0,79 (correto)

c) Parte final do manuscrito (última folha)

i. Autores
• Nomes e sobrenomes
• Afiliação
• Breve resumo do autor
• Mail
• Indique o autor correspondente (*)

ii. Anotações

O autor detalhará informações complementares relacionadas ao estudo.

Exemplo:

«A pesquisa apresentada neste artigo foi realizada com subsídios da Universidade de Buenos Aires UBACyT 2014-17 Código nº 20020130100320BA e Agência Nacional de Promoção Científica e Tecnológica ANPCYT PICT 2011-0826. »

iii. Anexos

É opcional, deve ter numeração e título correlativos. Todos os anexos devem ser referenciados no documento e apresentados no final do manuscrito.

Exemplo:

... no estudo de Burga-León e Escurra-Mayaute (2017), detalham em suas análises a sintaxe utilizada no LISREL e no SPSS (ANEXO 3) ...